quarta-feira, 21 de março de 2012

/jornalistas da ficção

Pedro Fonseca e Miriam - Amor Eterno Amor

Já repararam como as novelas da vez têm jornalistas? Há personagens interpretando essa ingrata profissão em pelo menos três tramas atuais da rede Globo.

Estereótipos de jornalista que pode salvar o mundo com uma investigação, uma reportagem. É o caso da Miriam de Amor Eterno Amor. Esse é muitas vezes o sonho de muito jornalista por aí, ajudar a mudar, a melhorar o mundo, nem que seja um pouquinho!

Tem jornalista que está tentando um bom emprego, um salário mais digno, um lugar ao sol! Ahh e esse é o tipo mais comum Brasil afora! Na ficção, o papel é de Pedro Fonseca, repórter que sonha ir para o Rio de Janeiro tentar a vida na "cidade grande".

Na novela das 9h, quem pede passagem é o sensacionalismo, as fofocas, os paparazzi! Pelo número de revistas, sites, jornais e programas de TV sobre celebridades que existem, a demanda precisa mesmo ser atendida e pra quem leva jeito, não deixa de ser um emprego. Nada contra! Os repórteres Marcela e Belo Júnior representam bem o nicho!

Beto Júnior - Fina Estampa

Estudantes de Jornalismo também estão presentes nas novelas globais. Começa em Malhação, Cristal e Natália são as personagens. A primeira trabalha na rádio universitária e a segunda faz assessoria para uma ONG. Reparem na assessoria figurando livremente! Há quem defenda que assessoria não é jornalismo, o fato é que o mercado de trabalho para os profissionais nesta área são, realmente, muito mais promissores.

De volta à programação das 6h, a estudante Juliana, filha do dono de uma revista, fala sem rodeios que não dá muita bola pra faculdade não, afinal, se não precisa mais de diploma, resta a ela ficar antenada no que rola no mundo. Será mesmo?! Ainda bem que ela tem o pai para garantir o emprego, caso contrário...

 E você, consegue se identificar com algum?

Cristal - Malhação



Nenhum comentário: