quinta-feira, 8 de outubro de 2009

/diário de bordo

/bastidores
Para a Revista Circuito das Malhas, parte da equipe visitou Monte Sião e Inconfidentes na última segunda, dia 06/10. E foi uma manhã bem produtiva na capital do tricô. Enquanto a Jéssica entrevistava o Secretário da Cultura na prefeitura e depois o padre Simão no Santuário, eu e a Ana, acompanhada do seu respectivo marido, conversávamos com o jardineiro da praça, um morador, alguns lojistas e ainda conhecemos o fundador da fábrica de porcelana da cidade, diga-se de passagem uma entrevista emocionante, o senhor Toninho chorou ao lembrar do trabalho
pioneiro de produzir porcelana azul e branca, segundo ele a única no Brasil.

Outra entrevista bem bacana foi com a Dona Conceição, a mulher
que trouxe a primeira máquina de tricô para a cidade. Dona Conceição,
simpática e hospitaleira, como todo o povo de Monte Sião, pelo menos aqueles
com os quais conversamos, nos contou toda a sua história, disse que viu a
cidade pobre e pequena crescer e tornar-se conhecida nacionalmente por conta
do tricô. Fez questão de nos falar sobre a Nossa Senhora da Medalha
Milogrosa, padroeira da cidade, assunto do qual o padre Simão já havia nos
contado na sala de ação de graças, onde os fiéis deixam fotos, cartas,
objetos em agradecimento a milagres. O padre inclusive nos presenteou com
medalhas, fitinhas, orações e novenas!
E não poderia faltar a sessão turismo! Pausa para fotos, só não
compramos malhas, até porque é verão, embora as malharias tenham aderido aos
tecidos mais leves para continuarem vendendo na estação mais quente do ano,
ainda asim as compras foram adiadas porque estudante é uma instituição
falida!!!


Depois do almoço, um tanto quanto cansados, no caminho de volta passamos
por Inconfidentes, ainda havia uma entrevista agendada na prefeitura com o
Secretário de Turismo, antes, porém, fomos à EAFI (Escola Agrotécnica
Federal de Inconfidentes), hoje IFET (Instituto Federal Tecnológico),
relevante na história do município, pois a instituição tem 81 anos e a
cidade 46! E aqui cabe o comentário "bons e velhos tempos", pude reencontrar
pessoas que não via há tempos, (formei em 2005 lá na EAFI) e enquanto a Ana
entrevistava o secretário, eu, e a Jéssica, fomos à casa onde morei por um
tempo enquanto era estudante. Saudade. "Recordar é viver"!



3 comentários:

Bruno Freitas disse...

Muito bacana essa 'jornada' de vocês três... Deu pra sentir um pouco do que será a revista.

Parabéns.

Mário Liz disse...

de gancho ao Bruno, interessantíssima mesmo a jornada de vcs. agora, comento aqui (tardiamente) a sensacional postagem sobre os Simpsons. Primeiro, eu gostaria de deixar minha impressão sobre essa fantástica série animada: os simpsons tem um realismo doentio que choca e diverte. Essa dicotomia, indubitavelmente, é o carro-chefe de todos os episódios da série. Quanto ao eps. dos Simpsons no Brasil, sinceramente, não achei nenhum pouco exagerada as críticas feitas a este mar de morfina em que vivemos. A única gafe do eps. é o fato deles confundirem "salsa" com "samba" ... (mas isso faz parte, pois amaricanos pouco sabem além do próprio umbigo.

Nós pintamos nossos ratos enquanto os americanos se acham os gatos do mundo.

Mas de uma coisa nós sabemos: gatos têm 7 sete vidas ... mas até mesmo 7 vidas passam ...

e eles já estão na metade da sexta vida ...

e isso os Simpsons relatam com Maestria: sejamos francos ... eles evidenciaram ao mundo a enfermidade do Rio de Janeiro, mas, eles evidenciam também a claros olhos a decadência, o falso moralismo, o comodismo e os preconceitos do american way of life ...

NEUBER FISCHER Comunicação Social - Jornalismo disse...

Parabéns pelo trabalho Meninas. Nossa revista vai ficar SHOW!!!