domingo, 20 de setembro de 2009

Mudanças por um jornalismo melhor

A proposta do MEC para mudanças no curso de Jornalismo foi apresentada ao ministro da Educação Fernando Haddad na última sexta-feira (18), a qual sugere a separação do curso da graduação em comunicação social nas universidades, a ampliação da carga horária, a criação de eixos pedagógicos e a obrigatoriedade de um estágio supervisionado, que não existe hoje.
*
A comissão formada por especialistas da área sugere que o curso passe de 2.800h para 3.200h, sendo 200h reservadas ao estágio, que deve ser um convênio entre a faculdade e a empresa de jornalismo, mas deve continuar com quatro anos de duração. O presidente da comissão José Marques de Melo ressalta que essas mudanças são para "revalorizar o diploma", que deixou de ser obrigatório esse ano pelo STF. O relatório seguiu para o Conselho de Educação sem data para aprovação.

Um comentário:

André Almeida disse...

Antes disso precisa que o diploma volte a ser obrigatório.