terça-feira, 25 de agosto de 2009

Tradicional "CrocheMalhas" é cancelado

O CrocheMalhas, evento que aconte há oito anos em Inconfidentes teve a edição 2009 cancelada. A decisão foi tomada na última terça-feira, dia 18/08 pela Prefeitura da cidade. Segundo a prefeita Rosângela Dantas a decisão segue orientação da Secretaria Estadual de Saúde e da Gerência Regional de Saúde de Pouso Alegre em prevenção ao vírus H1N1.

Em reunião com os expositores e representante da Associação Comercial e Industrial da cidade, foi discutida também a data para a realização da festa. Foi cogitado entre participantes o primeiro semestre de 2010, durante o inverno, quando a venda de malhas está no auge.

Os moradores de Inconfidentes e de cidades próximas ficaram surpresos com a decisão, uma vez que o período de propagação do vírus já acabou, segundo os noticiários. As informações são do site oficial de Inconfidentes.

6 comentários:

Renatha Pierini disse...

Tudo bem que a gripe é forte, que pega fácil! Mas cancelar um evento deste nível, desta grandeza e que já se tornou tradicional, por conta da gripe, que até onde eu sei já está estabilizada, é aceitar que somos manipulados! Sei lá... difícil entender e avaliar se realmente teriam riscos para a população caso o evento acontecesse...com o bombardeio de informações (credíveis ou não) é complicado avaliar esta situação...

Luiz Corrêa disse...

No mínimo estranho. Sei lá quais os reais motivos para cancelarem grandes eventos. Aliás, tem muita história mal contada por trás dessa tal gripe. Pra que colocar alcool em gel em tudo que é canto? Até onde eu sei, álcool que desinfeta é álcool 70° e esse procedimento nem foi indicado pelo Ministério da Saúde. Aliás, o próprio Ministério da Saúde, nas suas propagandas televisivas, já informou que a letalidade do vírus é semelhante ao da gripe comum. Enfim, há de se descobrir os reais interesses que envolvem casos desse porte. Ao mesmo tempo, nessas horas, é interessante ver o papel da mídia na formação da opinião pública, o que nem sempre é "saudável". De toda forma, está aí a minha opinião e parabéns, Edna, pelo blog. Tudo de bom no seu curso. Tá no caminho certo! Bons estudos! Aprofunde nas pesquisas. Precisando, só comunicar!

Luiz (ex-ibgeando, lembra?) Pará de Minas

Clarissa Cruz disse...

Claro que a questão do vírus é séria, mas todo adiamento de eventos, volta as aulas já aconteceram.
Este fato parece mais uma publicidade ao inverso do que realmente preocupação com a saúde.
Para ser tomada esta descisão, claro que a prefeitura contou com a adesão dos comerciantes (diga-se aqui os interessados). Nada foi feito sozinho.
Quem nunca sabe mesmo é a população. Neste caso, com certeza há outro interesse, o econômico.Não sabemos como foram as vendas até agora e se este investimento iria acarretar prejuízos.
Não foi a saúde, foi uma questão mercadológica

Bruno Freitas disse...

Nossa!
Assustei agora.

Um evento super conhecido na região e de enorme importância foi cancelado pelos motivos especifícados.

Mas será que é apenas pelo vírus H1N1 mesmo, difícil de acreditar. Uma coisa é certa, quem sai perdendo é a popupação, o comércio e o turismo local!

Edna Motta disse...

A mídia tem grande culpa pela espetacularização de assuntos do próprio interesse e a população fica engessada, desinformada. O jeito é desconfiar sempre e ter várias fontes de informação.

Everton disse...

Eu acho que a gripe veio na hora certa, para salvar.
Garanto que tem gente que tá querendo até Canonizar o tal do H1N1! rsrs