quinta-feira, 13 de agosto de 2009

A briga entre Globo e Record

O caso "Edir Macedo" aguçou a briga entre as emissoras Globo e Record. No Jornal Nacional do dia 11, foi apresentada uma matéria com acusações contra o pastor da Igreja Universal do Reino Deus, Edir Macedo e mais nove colaboradores dele.

Em resposta, o Jornal da Record exibiu no dia seguinte (12/08) uma matéria com acusações contra a Globo também. Nesta falava que a Globo manipula as pessoas e lembrou o debate entre Lula e Collor, de 1989.

Na mesma noite, o Jornal Nacional enafatizou a repercussão das acusações no mundo e que o Ministério Público pedirá ajuda internacional para continuar as investigações. A guerra continua, porque hoje (13/08), será apresentada pelo Luciano Faccioli, no São Paulo no Ar, da Record, outra matéria que rebaterá as acusações da emissora concorrente.

O bispo Edir Macedo e outros nove executivos de seu grupo são acusados pelo Ministério Público de São Paulo (MP-SP) por formação de quadrilha e lavagem de dinheiro, como o suposto desvio do dinheiro dos fiéis para a compra de empresas de comunicação e bens pessoais.

Um comentário:

André Almeida disse...

A Record quer acabar com o monopólio da Globo;
O Jornal da Globo exibiu uma matéria com um vídeo mostra o bispo Edir Macedo ensinando os pastores a pegar o maxímo de dinheiro possível dos fiéis.