quarta-feira, 8 de julho de 2009

Quase 36% da riqueza do Brasil são impostos

Ano passado, a carga tributária brasileira cresceu 8,3% enquanto a economia avançou 5,1% (descontada a inflação), segundo dados divulgados pela Receita Federal. Esse número só não foi maior porque a CPMF foi extinta no final de 2007. O Brasil tem uma das maiores cobranças de tributos, se comparados, Japão, EUA e Canadá cobram menos impostos que nosso país e entre as mais altas cargas tributárias estão Itália (36,2%) e Alemanha (43,3%).

O curioso é que além de pagar tantos impostos, o povo tem que pagar também pela escola, hospital, segurança e outros serviços de direito porque os serviços públicos são precários e sem manutenção. O dinheiro do cidadão é principalmente para manter os gastos com a máquina pública, ou seja, com o próprio governo.

Mais curioso ainda é que o presidente Lula sempre criticou a enorme carga tributária brasileira enquanto era candidato, e ao alcançar o poder, o percentual tributário só cresceu e a promessa de reforma está esquecida.

Lamentável...

3 comentários:

Anônimo disse...

Olá Edna!

Muito legal seu blog! Estes impostos no Brasil são uma vergonha mesmo...

Só um comentário, acho que você usou o termo "ovacionar" de maneira errada, não?

Segundo o dicionário ovacionar significa aclamar, aplaudir, etc...

:)

Edna Motta disse...

Eu tenho o problema de não ler o que eu mesma escrevo. Erros de digitação, de conceito, de gênero. Comentem e com o tempo eu melhoro!

André Almeida disse...

Aquele slogan:
Brasil o país dos impostos!