quarta-feira, 22 de julho de 2009

Muricy do outro lado do muro

Depois dos impasses nas negociações, Muricy Ramalho e Belluzzo, o presidente do Palmeiras chegaram ao acordo financeiro e o ex-são-paulino comandará o vizinho Palmeiras. Os centros de treinamento palmeirense e são-paulino são vizinhos de muro.
Segundo a Folha de S.Paulo o contrato foi fechado em R$ 450.000, (uau!), na primeira negociação Muricy pediu R$ 700.000, incompatíveis com os cofres do Palmeiras, segundo Belluzzo.

O Palmeiras há cinco jogos está sob o comando do interino Jorginho, que nesses jogos obteve um empate, na estreia contra o Santos e quatro vitórias. A torcida e os jogadores já se simpatizaram pelo Jorginho. Ele tem um salário de R$ 20.000, bem distante dos 450 mil do Muricy, mas enfim o contrato está fechado e segue até final de 2010.

Muricy assumirá na próxima segunda, portanto o Palmeiras ainda joga sob o comando de Jorginho contra o Goiás nesta quarta e contra o arquirrival Corinthians no próximo domingo, em Presidente Prudente, neste último, o novo técnico acompanhará, de longe, mas do estádio.

As informações da contratação foram divulgadas em primeira mão pelo Belluzzo na sua página do Twitter ontem à noite.

2 comentários:

Clarissa Cruz disse...

Acho ótimo o técnico Muricy ganhar toda esta grana, não só pela sua competência, mas para dar a volta por cima.
Depois de tanto tempo no São Paulo, com muitas conquistas, foi descartado como mercadoria.
E até agora o São Paulo não deu a reviravolta sensacional que seus dirigentes pretendiam. Semana passada perdeu para o Atlético Mineiro ( meu time ).
Vamos aguardar os próximos passos do campeonato brasiliero e observar esta política que não reconhece os técnicos.

André Almeida disse...

A manutenção do técnico é essencial para colher bons resultados no futuro!