quinta-feira, 2 de julho de 2009

Disputa pela cadeira de presidente do Senado

A crise no Senado continua. Todo dia tem um fato novo, ou melhor, uma nova declaração ou novas omissões quanto às declarações dos opositores.
O presidente do Senado, José Sarney já disse que não se afasta do cargo, ou renuncia ou fica, mas quer dividir as responsabilidades com o presidente Lula, em outras palavras quer o apoio incondicional do governo, mas, em contrapartida, o líder do PT, Aloísio Mercadante não pretende posar na foto ao lado de Sarney.

A complexidade na dança das cadeiras se dá porque o apoio de Lula a Sarney significa o apoio do PMDB a Lula. E com renúncia de Sarney, quem assume é a oposição, o PSBD na figura de Marconi Perillo.

Lula, ao voltar da Líbia, está no comando da crise no Senado e então vamos acompanhar o desfecho dessa história, e que ela não termine em pizza, como de praxe.

Um comentário:

André Almeida disse...

Lula: Quem mandou elegerem o Sarney para presidente do Senado?